Voltar

Veja as carteiras que cresceram acima de 30% até agosto

O mercado de seguros, previdência aberta e capitalização consolidou, em agosto, a tendência de crescimento. A receita total arrecadada nos oito primeiros meses do ano foi de aproximadamente R$ 198,8 bilhões. Segundo a Susep, esse valor é 14,4% maior que o apurado no mesmo período de 2020. 

Mais uma vez, o maior destaque foi o crescimento acima de 30% nos seguros rural, responsabilidade civil (RC), patrimonial e de transporte.  

De acordo com a Susep, o seguro rural continua batendo recordes de crescimento. A receita acumulada até agosto – R$ 6,3 bilhões – ficou 43,5% acima da apurada no mesmo período do ano passado. "Foi o maior percentual da série histórica", informa a autarquia.  

Os seguros de responsabilidade civil, patrimonial e transporte também mantiveram o forte desempenho observado ao longo do ano, crescendo, respectivamente, 35,4%, 30,3% e 32,1%. 

Outro destaque foi o seguro de vida, com crescimento de 17,4% de receita, que alcançou R$ 15,03 bilhões até agosto. 

Além disso, a taxa média de sinistralidade nessa carteira continuou a trajetória de queda, atingindo 75,3% em agosto, contra 84,8% no mês anterior. Ambos os percentuais estão também bem abaixo do pico de sinistralidade dessa linha de negócio registrado em abril de 2021, quando atingiu 97,3%. 

Já a arrecadação de prêmios no seguro auto continua bem abaixo da média do mercado. Até agosto, a receita somou R$ 24,27 bilhões, valor 7,3% superior ao do mesmo período em 2020. 

Em contrapartida, os demais seguros de danos (sem auto) continuam apresentando forte desempenho, com crescimento de 20,8% até agosto.  

O avanço do mercado em agosto ficou abaixo do apurado até julho (16,4%) em razão do desempenho tímido dos segmentos de previdência (2,8%) e capitalização (5,1%). Considerando apenas os segmentos de seguros, houve crescimento de 16% de janeiro a agosto, comparado a igual período do exercício passado.

CQCS