Voltar

Palestra apresentou desafios das mulheres no setor de seguros

Na última terça-feira, 19 de novembro, a ENS promoveu, em Brasília (DF), mais uma edição da palestra "Mulheres no Mercado Segurador". Conduzido pela diretora de Ensino Técnico da Escola, Maria Helena Monteiro, o encontro apresentou os resultados da 3ª edição do estudo que aponta os desafios e gargalos encontrados pelo público feminino para desenvolver carreira na indústria de seguros.

A pesquisa contou com a participação de 436 mulheres que atuam em seguradoras no Brasil. Um dos principais pontos revelados pelo estudo é que o salário médio das mulheres no setor é cerca de 71% do valor do salário médio dos homens. De acordo com Maria Helena, o dado positivo do estudo recente é a redução do desequilíbrio nos cargos de alto escalão. Atualmente, a proporção é de uma mulher executiva para cada três homens nas seguradoras. Em 2012 (ano da primeira pesquisa), essa relação era de uma para quatro.

Apesar de ainda haver discrepância na ocupação de cargos executivos, os novos dados mostraram que houve avanço nesse sentido. Atualmente, 53,5% dos postos no nível de gerência são ocupados por homens, enquanto 46,5% por mulheres. Em 2012, elas exerciam 41% dos cargos nessa faixa. "Podemos esperar que no próximo estudo haja uma curva ainda mais ascendente nas carreiras femininas", projeta a diretora.

Maria Helena falou ainda que um dos desafios do setor de seguros é oferecer produtos específicos para a realidade feminina. "Geralmente as mulheres são as responsáveis pelas decisões sobre os seguros das famílias, e menos de 20% das seguradoras brasileiras oferecem produtos específicos para as mulheres. Esse é um espaço onde há uma boa chance de crescimento".

As próximas edições da palestra "Mulheres no Mercado Segurador" acontecerão em Curitiba (PR), no dia 26 de novembro, e no Rio de Janeiro (RJ), no dia 27 de novembro.

ENS (26/11/2019)