Voltar

Ministro quer novas regras para planos de saúde

O Valor Econômico informa que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, defende regras mais flexíveis para as operadoras de convênios médicos. As negociações ocorrem via Conselho Nacional de Saúde Suplementar (Consu), órgão ligado à pasta e que desde sua criação, em 2001, nunca foi ativo. As primeiras reuniões serão realizadas nos próximos meses.

"Já tivemos conversas informais com os ministros Paulo Guedes, Onyx [Lorenzoni] e o pessoal do Planejamento. A gente já está convocando, está para acontecer. O Consu agora se reúne e vai demandar para a Agência Nacional de Saúde Suplementar", disse Mandetta, ontem, durante congresso da Abramge, associação das operadoras de planos de saúde.

Um dos temas que devem ser discutidos é o das reservas financeiras das operadoras de planos de saúde. A ideia é que esses recursos, que atualmente ficam bloqueados para ser usados em casos de falência das operadoras, possam ser revertidos em ativos como hospitais e equipamentos médicos. "A operadora poderia dar um hospital como garantia, que é uma garantia real, em vez de ficar tanto dinheiro parado", disse o ministro.

Valor Econômico (23/08/2019)