Voltar

Mesmo com queda no PIB, setor de seguros cresce

A última edição da Carta de Conjuntura do Setor de Seguros, publicação mensal desenvolvida pelo SindsegSP e pelo Sincor-SP, mostra a retomada de diversos segmentos de seguros nos últimos meses, após a reabertura das atividades econômicas. 

Segundo o estudo, o faturamento do setor de seguros (sem saúde e previdência) ficou em R$ 11,3 bilhões no mês de julho de 2020. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o crescimento foi de 1%. Na separação por ramos, os números foram parecidos, com avanço de 1% nos seguros de pessoas (R$ 4,1 bilhões) e nos ramos elementares (R$ 7,2 bilhões). 

A Carta ainda aponta que o PIB brasileiro sofreu uma retração de 9,7%, mostrando que o segundo trimestre do ano apresentou os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus no País. 

"A expectativa é que a economia volte a crescer no terceiro trimestre de 2020, otimismo que se reflete no aumento constante dos índices de confiança da indústria, do comércio e do setor de seguros, conforme registros nos últimos meses", diz a publicação. 

Leia a Carta de Conjuntura do Setor de Seguros neste endreço eletrônico: https://www.sincor.org.br/wp-content/uploads/2020/09/carta_de_conjuntura_ago2020.pdf

Sincor-SP