Voltar

MERCADO DE SEGUROS JÁ DÁ SINAIS DE RECUPERAÇÃO

Os mercados de seguros, previdência aberta e capitalização arrecadaram aproximadamente R$ 173,3 bilhões de janeiro a agosto deste ano. Segundo a Susep, esse valor é 1,7% inferior ao apurado no mesmo período de 2019.

Os dados da autarquia indicam que ainda que a receita apurada em agosto R$ 25,6 bilhões – foi 6,4% maior que a registrada no mesmo mês no ano passado. Mas, em comparação a julho, houve queda de 4%.

A maior parte da receita foi gerada por produtos de acumulação (VGBL, PGBL e previdência tradicional (R$ 79,1 bilhões), mas, com queda de 3,1% em comparação aos oito primeiros meses do ano passado.

O segundo maior volume acumulado até agosto foi computado nos seguros de danos, com a soma de R$ 50,8 bilhões. Em relação ao mesmo período de 2019, praticamente não houve variação (apenas pequena oscilação de -0,3%).

Nos seguros de pessoas foram apurados R$ 28,9 bilhões até agosto, com crescimento de 1,2% em comparação aos oito primeiros meses do exercício passado.

A Susep informou ainda que os seguros associados a grandes riscos mantiveram taxas de crescimento superiores a 25% no acumulado do ano, em relação ao mesmo período de 2019.

Além disso, o seguro de garantia estendida e os microsseguros seguem em recuperação após a queda no início da pandemia. Em relação a julho de 2020, as receitas destes seguros cresceram em agosto, respectivamente, 14,4% e 21,1%.

CQCS