Voltar

GNV: seguro só cobre veículo com certificação

GNV: seguro só cobre veículo com certificação

O Seguro pode cobrir os danos causados pela explosão de veículo provocada pelo combustível GNV. Segundo o consultor Sergio Ricardo, se a utilização desse combustível GNV foi certificada e autorizada, o seguro automóvel pode vir "a cobrir tudo".

O debate em torno dessa questão surgiu depois que duas pessoas terem ficado feridas em decorrência de explosão de veículo em uma garagem, no Rio de Janeiro no dia 09/06.

Esse acidente provavelmente foi causado pelo sistema GNV. O motorista conseguiu abandonar o veículo antes da explosão, mas um vizinho saiu ferido. Além disso, houve danos na rampa de descida de veículos e também ao portão da garagem, além da perda total do próprio veículo.  "o seguro pode cobrir as perdas do casco do automóvel; de materiais dos terceiros (do condomínio), se houver sido contratada a cobertura de RC; os danos pessoais (corporais) a terceiros, também pela cobertura de RC, se contratada, até o limite contratado; e os eventuais danos morais reclamados, como consequência da responsabilidade civil, se a cobertura for contratada", explica o consultor.

Ele diz ainda que o seguro do condomínio poderia ser acionado para os danos materiais, em segundo risco. Contudo, Sergio Ricardo ressalta que, se assim fosse, provavelmente a seguradora aguardaria o desenrolar da ação judicial movida pelo condomínio contra o proprietário do automóvel.

Por fim, ele frisa que esse caso, cujas cenas circularam nas redes sociais, serve de alerta aos corretores de seguros quanto à importância de contratar e alocar verbas para as coberturas acessórias e adicionais do seguro automóvel.

 
 

CQCS (26/06/2019)