Voltar

ENS terá curso intensivo para formar corretores

 

Inovação, desafios para adequação à quarentena e novidade na formação dos corretores de seguros. Esses foram alguns temas abordados pelo presidente da ENS, Robert Bittar, que foi o convidado especial da live realizada na última sexta-feira, 8 de maio, pelo portal Centro de Qualificação dos Corretores de Seguros (CQCS).

Em conversa com o fundador do CQCS, Gustavo Doria, Bittar analisou o mercado de seguros diante da pandemia do novo coronavírus. Ele lembrou que a Escola sempre investiu fortemente em tecnologia como suporte às atividades administrativas e acadêmicas e, por isso, conseguiu se adaptar rapidamente ao novo cenário.

Esse trabalho foi realizado com maestria, de acordo com o executivo. "Conseguimos migrar todas as atividades presenciais para ambiente virtual. Estamos operacionais em todos os sentidos e linhas de operação, incluindo colaboradores, alunos e docentes. Fizemos toda essa transição sem qualquer percalço e temos recebido o reconhecimento dos alunos".

Gustavo Doria ressaltou a eficiência da ENS em levar o ensino de seguros para todas as regiões do País, seja em instalações físicas ou por meios remotos. "A Escola é nota 5 no MEC. Em todos esses anos, a Instituição sempre conseguiu fazer com que o conhecimento chegasse a todos", elogiou.

Curso intensivo para habilitação de corretores

O debate também abordou a exigência da habilitação técnica para atuação dos corretores de seguros. Bittar destacou que a oferta e o conteúdo dos cursos de formação da categoria continuam absolutamente iguais. "Seguimos com um número bastante expressivo de alunos nesses programas".

O presidente aproveitou para anunciar uma novidade. Em razão da procura mais tímida no primeiro semestre, principalmente em decorrência da pandemia, a ENS lançará um curso intensivo para Habilitação de Corretores de Seguros, no qual o aluno poderá cumprir todo o conteúdo programático em apenas quatro meses. "É um curso intensivo, mas sem abrir mão da qualidade e da carga horária", antecipou.

Bittar ressaltou, no entanto, que os corretores devem aproveitar as linhas de formação complementares oferecidas pela Escola para ampliar o campo de conhecimento. "Não basta fazer o curso de formação e obter o registro perante o órgão regulador. Isso é apenas o início da profissão. A qualificação e o ensino continuado são os diferenciais que irão tornar o corretor próspero".

Sala do Futuro

Outra novidade ficou reservada para o final da live: o lançamento da Sala do Futuro, um grande projeto inovador que será instalado até junho, na Unidade São Paulo da ENS. Trata-se de uma sala de aula equipada com telas, microfones e sistema de transmissão de altíssima definição. Nela, as aulas poderão ser realizadas presencialmente e com participações virtuais simultaneamente.

De acordo com o presidente da ENS, a Sala do Futuro terá capacidade para integrar 36 pessoas no ambiente físico e mais 40 pessoas no ambiente remoto, podendo ser acessada em qualquer lugar do planeta.

"Esta é uma tecnologia utilizada em grandes instituições, como Harvard. E a ENS será a primeira da América Latina a empregá-la. Isso é resultado da nossa busca por novos formatos de educação a distância e pelo que há de mais moderno", finalizou.
Para assistir aos melhores momentos da live, os interessados podem acessar este link: https://www.cqcs.com.br/tv/live-do-cqcs/ensino-construcao-e-formacao-confira-os-melhores-momentos-da-live-com-robert-bittar/

ENS (18/05/2020)