Voltar

ENS é um laboratório de criação de profissionais

O encontro da teoria com a prática reuniu expoentes do mercado de seguros na noite da última terça-feira, 3 de agosto, para mostrar a resiliência do setor em cenários adversos. Acadêmicos, técnicos e ex-alunos da ENS participaram de um bate-papo no canal do YouTube da Escola, mostrando como a formação superior em Gestão de Seguros oferece oportunidades de carreira em um dos segmentos que mais cresce no Brasil.
 
Convidados da live "Seguros – um setor que desconhece crises", os professores da ENS, André Peres e Eduardo Gama, o ex-aluno da Escola, Bruno Pompeu, e o coordenador de Graduações da Instituição, José Varanda, atuando como mediador, apresentaram vantagens competitivas da graduação, experiências e vivências no mercado, e oportunidades de crescimento profissional, mesmo em tempos mais laboriosos, como o que temos vivido ultimamente.
 
O ex-aluno da Graduação Tecnológica em Gestão de Seguros e do MBA em Gestão de Negócios e Seguros, ambos ministrados pela ENS, contou um pouco da sua experiência de nove anos no mercado segurador, falou da importância de sua formação e do atual status profissional, como gerente de negócios e serviços de um grande banco.
 
"Passei por corretoras, seguradoras e tive uma migração recente de setor. Pouco antes deste caminho percorrido na minha formação pela graduação e pelo MBA da ENS, descobri uma identificação com o mercado financeiro, uma verdadeira paixão por este setor. A partir daí, comecei a direcionar meus esforços para investir na área e buscar embasamento acadêmico para me posicionar, conseguir boas vagas e oportunidades de carreira. Logo depois, me empenhei em fazer cursos para garantir as especializações e certificações necessárias para atuação no mercado financeiro. Ou seja, a ENS foi um divisor de águas na minha vida, tanto na minha trajetória quanto na vida pessoal, por ter me permitido desenvolver pensamento crítico e atuar em alta performance. A formação na ENS me transformou completamente", contou Bruno Pompeu.
 
Importância da capacitação em seguros para a economia nacional
 
Motivado pelo depoimento sobre a formação de Bruno Pompeu, o professor Eduardo Gama comentou por que é fundamental se capacitar e buscar profissionais habilitados na área enquanto cliente. Ele explicou como percebe o impacto na economia popular quando as pessoas buscam soluções de seguros por meio da intermediação de pessoas que não são profissionais, ou seja, aquele que não se formou, não se habilitou e não se capacitou para atuar de forma responsável e especializada.
 
"No começo da carreira, tive uma experiência 'atropelada' no fechamento de uma apólice de Seguro de Automóvel, na ocasião em que meu pai trabalhava com corretagem, e fiquei desempregado. Informei ao cliente que ele teria de pagar franquia na ocasião de um sinistro envolvendo terceiros. Enfim, perdi o cliente, logicamente, porque não conhecia os processos do seguro, da seguradora, precisei ressarcir a seguradora. Veja o que a falta de capacitação causou na minha vida e na vida do cliente. Portanto, é preciso perceber como isso é catastrófico quando multiplicamos em grandes proporções, quando falamos de um avião, de um helicóptero, da vida humana, do patrimônio de uma empresa, de um condomínio", explicou Gama.
 
O docente também comentou o trabalho de formação e capacitação realizado pela ENS. "Sou quase que um testemunho da importância da capacitação do aluno e da importância da Escola de Negócios e Seguros na formação de um profissional de seguros, uma vez que fui aluno e hoje sou professor da ENS. Antes de qualquer coisa, a Escola é um laboratório de criação de profissionais das mais diferentes vertentes, há toda uma possibilidade de networking com colegas, com pessoas que estão trabalhando no mercado, então, é um grande centro de fomento e formação", elogiou.
 
O desafio da cultura em seguros
 
Outro professor da ENS, André Peres, destacou que o trabalho no setor de seguros é muito mais amplo do que o foco em corretoras, seguradoras e resseguradoras. A atividade de seguros envolve a vida de todas as pessoas, do começo ao fim.
 
"A Graduação em Gestão de Seguros da ENS impulsionou muito a minha carreira, especialmente no momento em que quis galgar de cargo dentro da companhia seguradora onde trabalhava. E, hoje, depois de traçar um caminho rumo ao investimento empresarial, a formação na Escola segue me auxiliando, uma vez que sou corretor de seguros e gestor de uma empresa. Em uma negociação, que pode ocorrer em pequenas, grandes ou médias empresas, é preciso ter empatia e cuidado. Neste momento, é muito comum que as pessoas perguntem a sua formação e sinto que elas me percebem com outro olhar quando digo que sou formado em Gestão de Seguros. Percebo, inclusive, um diferencial competitivo em relação aos meus parceiros de negócios. Por lecionar outras disciplinas na Escola, como Gestão Empresarial, acabo analisando outros mercados, dialogando com colegas, alunos, concorrentes, noto como o grande desafio hoje do nosso setor continua sendo o investimento em educação e cultura. Se não tivermos um povo com cultura de seguros, não poderemos avançar neste aspecto", pontuou Peres.
 
Para quem deseja se tornar um gestor de negócios, as inscrições para a Graduação Tecnológica em Gestão de Seguros estão abertas. As aulas terão início neste mês e há vagas para as modalidades online e presencial, no Rio de Janeiro (RJ) e em São Paulo (SP). Outras informações estão disponíveis pelo e-mail vestibular@ens.edu.br, telefones (21) 3380-1532 e (11) 2739-1059 ou no site profissaosegura.com.br, onde é possível realizar inscrições no processo seletivo.

ENS